Estes são os nossos corpos

A primeira longa da grega Jacqueline Lentzou é uma óptima variação sobre famílias disfuncionais, contada com uma notável atenção aos corpos e aos espaços.

Foto
Mais do que explicar o que nele se passa, Perguntem à Lua prefere mostrar-nos

É legítimo entrar em Perguntem à Lua à procura do mais recente exemplo do absurdo angular e formalista da “nova vaga grega” de cineastas como Yorgos Lanthimos ou Athina Rachel Tsangari. É por isso importante avisar desde já que não é bem isso que encontramos na primeira longa de Jacqueline Lentzou, mesmo que exista um reconhecível traço comum na maneira esquinada e lateral como tudo é construído.

Sugerir correcção
Comentar