Junta de Arroios diz que acordo não é válido e deixa de apoiar escola de música

A Junta de Freguesia de Arroios diz não poder continuar a suportar “algo que parece não existir e cujo acordo não foi aprovado” pela Assembleia de Freguesia e exige que a escola abandone as instalações. Emarte queixa-se da falta de diálogo por parte do novo executivo.

Foto
Antigas instalações da Junta de Freguesia de Arroios Rui Gaudêncio

Com o objectivo de proporcionar um ensino especializado de música jazz em Arroios, a Emarte - Escola de Música e Arte e a Junta de Freguesia de Arroios formalizaram um Acordo de Cooperação em Setembro de 2021, ainda durante o mandato da anterior autarca socialista Margarida Martins. Mas passados oito meses de funcionamento, o actual executivo da Freguesia (PSD) enviou uma notificação de anulação de um acordo que diz nem estar assinado, solicitando que a escola abandone o espaço no prazo de 15 dias, a contar a partir da data da aprovação da decisão de anulação.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários