Donbass, a guerra “como num filme”

Se o conceito de pertinência tem sentido, então há que dizer que a estreia deste espantoso filme que é Donbass, nome do território do leste da Ucrânia que é o epicentro das operações russas, e nome que se nos tornou inquietantemente familiar, é de uma rara pertinência.

Foto
Estamos mesmo face a um documentário? O efeito do real é tão marcado que estamos crentes (é da crença do espectador) que sim

Como se filma uma guerra? A actualidade dos conflitos, como o da Ucrânia, é-nos fundamentalmente dada a ver pelas reportagens televisivas. E, no entanto é possível filmar. Mesmo que com um diferimento maior, dados os tempos de montagem e de difusão, cabe dar a ver a guerra em cinema, talvez com menos imagens “bombásticas”, como propriamente as dos bombardeamentos e explosões, mas, de modo algo paradoxal, com um acrescido efeito do real para que também em muito contribui o tempo mais longo do filme.

Sugerir correcção
Comentar