Joke J. Hermsen: “Todos nascemos com o desejo de estarmos ligados aos outros”

Começa por falar da melancolia, na forma como as sociedades ocidentais estão doentes, mas a filósofa holandesa Joke J. Hermsen culpa o neoliberalismo, que reduz o ser humano à sua individualidade, esquecendo que é um ser social, que precisa do outro para viver.

Foto
Joke J. Hermsen na sua mesa de trabalho, em casa Febe Meijnen

Nas ruas de Amesterdão, há um cartaz onde duas mulheres se beijam e as palavras sugerem que façamos o que gostamos. É o anúncio a uma plataforma de emprego: uma em cada quatro pessoas não gosta daquilo que faz. Os jovens estão cansados e desanimados com a sociedade em que vivem, constata a filósofa Joke J. Hermsen. Sentada na sua sala ensolarada, onde uma enorme estante de livros domina o espaço, a autora convida o PÚBLICO a sentar-se a uma mesa repleta de livros alguns escritos pela própria, outros que apoiam a pesquisa para os seus artigos e ensaios.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários