Lucas Dhont está pronto para o close up, Albert Serra para o apocalypse now

Quando tudo parecia correr para o cinema social, aparecem Lukas Dhont e Hirokazu Kore-eda com propostas de cinema dos sentimentos. Já Albert Serra faz a sua coisa, simultaneamente mergulho sensorial e ensaio sobre a ambiguidade das emoções.

Foto
"Close", de Lukas Dhont dr/ cortesia festival de cannes

Eis senão quando, os sentimentos...

Sugerir correcção
Comentar