Assédio nas universidades: FDUL ainda não começou a contactar vítimas

Dois meses depois da abertura de um endereço de email para a denúncia de casos de assédio, a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa ainda não começou a contactar os alunos que usaram o canal. Diz estar a “ultimar os detalhes relativos à contratação do psicólogo que irá integrar o gabinete de apoio às vítimas”.

Foto
tiago lopes

O gabinete de apoio e aconselhamento da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa ainda não começou a contactar os alunos, docentes ou funcionários que fizeram denúncias de comportamentos impróprios através de um email criado para o efeito.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários