Crescimento económico põe pensões a subir acima da inflação em 2023

A variação mais elevada do PIB que se regista desde o ano passado, depois da quebra profunda registada em 2020, faz com que, no próximo ano, a grande maioria das pensões possa beneficiar de aumentos superiores à inflação.

Foto
Rui Gaudencio

Depois de dois anos em que a quebra brusca da economia levou a que apenas os pensionistas com rendimentos mais baixos evitassem de forma automática uma perda do seu poder de compra, o ano de 2023 deverá ser, para a grande maioria das pensões, de uma subida acima do valor da inflação deste ano que pode, em termos nominais, ficar perto dos 5%.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários