Empregadores avaliam recurso ao teletrabalho para responder à subida dos combustíveis

Federação Portuguesa de Futebol decidiu retomar o teletrabalho, de forma alternada, desde 14 de Março. Agência Internacional de Energia aponta o trabalho remoto como uma das medidas para reduzir o consumo de petróleo no curto prazo.

Foto
Agência Internacional da Energia estima que três dias de teletrabalho representam uma poupança de 500 mil barris diários de petróleo Rui Gaudêncio

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu retomar o teletrabalho, de forma alternada, como resposta ao aumento do preço dos combustíveis e à instabilidade dos preços da energia. Solução semelhante começa a ser analisada por outros empregadores, que vêem no teletrabalho ou nos modelos híbridos uma forma de minimizar o impacto da subida dos preços no bolso dos trabalhadores e nas contas da própria empresa.

Sugerir correcção
Ler 26 comentários