Visões vicentinas numa floresta que vai dar a Shakespeare

O Teatro Nacional São João estreia esta quarta-feira, às 19h, Floresta de Enganos (1536), a última peça de Gil Vicente. João Pedro Vaz encenou-a com Sonho de Uma Noite de Verão na cabeça.

Foto
Manuel Roberto

Floresta de Enganos, de Gil Vicente, sobe esta quarta-feira, às 19h, ao renovado palco do Teatro Nacional São João (TNSJ) numa encenação de João Pedro Vaz, que quis ver o que acontecia quando se abranda o ritmo acelerado sugerido pelas falas vicentinas e se dá tempo e liberdade aos actores para reflectirem o impacto que as vicissitudes da acção vão provocando nas personagens que interpretam.

Sugerir correcção
Comentar