Portugal poderá enviar 619 efectivos para países da NATO na fronteira com a Ucrânia

Três militares portugueses preparam repatriamento em Kiev.

Foto
José Sena Goulão

Portugal poderá enviar até 619 efectivos para países da NATO com fronteiras com a Ucrânia, mas ainda não está decidida a localização exacta destes efectivos. A indicação da Roménia é, apenas, uma possibilidade, admitindo-se outras, tais como a Hungria e a Polónia.

Sugerir correcção
Ler 84 comentários