Deputado conservador acusa Governo britânico de fazer “chantagem” aos opositores internos de Johnson

Wragg denuncia pressões a tories que defendem moção de desconfiança ao primeiro-ministro por causa das festas em Downing Street durante a pandemia. Deputado que saiu para o Labour diz que foi ameaçado com cortes de financiamento. Johnson diz não ter conhecimento das acusações.

Foto
Protesto contra o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, junto ao Parlamento de Westminster, em Londres ANDY RAIN/EPA

William Wragg, deputado do Partido Conservador e presidente da comissão parlamentar de Administração Pública e Assuntos Constitucionais da Câmara dos Comuns, acusou nesta quinta-feira o Governo britânico de estar a fazer chantagem e bullying​ com aqueles que, como ele, defendem que o primeiro-ministro, Boris Johnson, deve ser alvo de uma moção de desconfiança interna, por causa das polémicas com as festas, organizadas por Downing Street, suspeitas de terem violado as leis de combate à covid-19.

Sugerir correcção
Comentar