Alceu Valença de volta aos palcos com sete concertos em voz e violão

Começa esta quinta-feira em Coimbra e termina dia 29 no Casino Estoril: são sete espectáculos em seis localidades, onde o cantor e compositor pernambucano Alceu Valença dá nova vida a canções só em voz e violão.

Foto
Alceu Valença fotografado para a capa do disco Sem Pensar no Amanhã (2021) LEO AVERSA

Já lá vão dois anos desde que Alceu Valença se apresentou pela última vez em palcos nacionais. Foi na Casa da Música e no Casino Estoril, em Janeiro de 2020, repetindo o êxito que obtivera em 2015 com a Orquestra Ouro Preto, de Minas Gerais, que de novo o acompanhou. Só que depois estalou a pandemia e ele foi forçado, como milhões de pessoas, à reclusão. Mas em vez de ficar parado, resolveu passar em revista todo o seu repertório e a partir daí gravou nada menos do que quatro álbuns. Três foram já publicados, todos em 2021: Sem Pensar no Amanhã, Saudade e Senhora Estrada. O quarto, que aguarda publicação, tem um significado especial: foi gravado com o guitarrista Paulo Rafael (1955-2021), companheiro de longa data na banda de Alceu, que morreu no dia 23 de Agosto do ano passado, vítima de cancro. O disco sairá em sua memória.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários