Bebés de grávidas não vacinadas que têm covid-19 correm maior risco de morte

Estudo escocês diz que a taxa de mortalidade perinatal dos bebés cujas mães deram à luz dentro de 28 dias após estarem infectadas com o vírus SARS-CoV-2 é de 22,6 por cada 1000 nascimentos, quando a taxa normal é de 5,6 por cada 1000 nascimentos.

Foto
As mulheres grávidas mais jovens e de populações mais pobres vacinam-se menos Hannah Beier/REUTERS

As mulheres grávidas não parecem ser mais susceptíveis à infecção pelo vírus SARS-CoV-2, mas, se não se vacinarem, correm maiores riscos de sofrer de formas graves de covid-19 e ter complicações na gravidez que fazem com que os seus bebés tenham uma mortalidade elevada, conclui um estudo feito na Escócia e publicado na revista Nature Medicine. No entanto, a taxa de vacinação das grávidas é muito mais baixa do que a das outras mulheres em idade fértil.

Sugerir correcção
Comentar