A Eritreia é o único país africano que ainda não começou a vacinar contra a covid-19

Na maior parte dos casos, o problema é falta de doses e meios para imunizar a população africana. Mas há outras explicações nos países onde a vacinação está mais atrasada

Foto
Vacinação contra a covid-19 no Quénia: só ,11% da população africana está imunizada EPA/DANIEL IRUNGU

O único país africano que ainda não iniciou, de todo, a campanha de vacinação contra a covid-19 é a Eritreia, um Estado repressivo, “que sujeita a sua população a trabalhos forçados e recrutamento militar generalizado, impondo restrições à liberdade de expressão, opinião e religiosa”, na descrição da organização humanitária Human Rights Watch. Mas há vários outros países do continente em que vacinação não chega sequer a 1% da população, ou vai pouco além disso.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários