Sidney Poitier (1927-2022), um dos últimos grandes actores da velha Hollywood

O também realizador foi o primeiro homem negro a ganhar um Óscar de Melhor Actor. Tinha 94 anos.

Foto
Nas filmagens de "Os Lírios do Campo", com o qual ganhar um Óscar de Melhor Actor Michael Ochs Archives/Getty Images

Uma das primeiras grandes estrelas negras do cinema, com uma pose inovadora e altamente influente, bem como o primeiro homem negro a ganhar um Óscar de Melhor Actor por Os Lírios do Campo, de Ralph Nelson, Sidney Poitier morreu esta quinta-feira à noite, aos 94 anos, em Los Angeles. A notícia foi dada pela imprensa local das Bahamas, país do qual o actor e realizador era oriundo e onde cresceu, primeiro pelo site Eye Witness Bahamas, que cita o ministro dos Negócios Estrangeiros, Fred Mitchell. A NBC News confirmou o óbito junto de uma fonte da família de Poitier. Perde-se, assim, um dos últimos grandes elos à idade de ouro do cinema dos anos 1950 e 60.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários