O científico e o pessoal

Aprendi muita coisa em Groningen. Mas sobretudo percebi a importância que uma metafórica fita cola isoladora, estrategicamente colocada, pode ter. Para me lembrar, tenho um rolo em cima da minha secretária.

No século passado fui fazer um estágio de alguns meses à Universidade de Groningen, nos Países Baixos. Era uma espécie de Programa Erasmus, excelente para apreender novas realidades, ver maneiras diferentes de fazer as coisas (umas equivalentes, umas melhores, outras piores), conhecer pessoas. Se hoje considero saber pouco, na altura não sabia nada, só achava que sabia. Bem sei: não se trata de nenhuma revelação magna, mas é importante passarmos do categórico que tendemos a ser aos 20 anos, para o integrador que convém podermos ser mais tarde.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários