Kim Jong-un diz que 2022 será um ano “de vida ou de morte” para os norte-coreanos

Desastres naturais, fecho das fronteiras por causa da covid e sanções internacionais são um desafio para um país onde faltam alimentos, vestuário e habitação, nas palavras do líder, que assinala dez anos no poder.

Foto
Kim Jong-un discursando na reunião plenária do Partido dos Trabalhadores da Coreia KCNA/Reuters

Os norte-coreanos sofreram em 2021 e entram no novo ano com desafios tremendos, numa altura em que o país enfrenta uma “grande luta de vida ou de morte”. O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, discursando no final de uma semana de reunião plenária do Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC), que assinalou também os seus dez anos no poder, reconheceu que o país entra no novo ano em modo de sobrevivência.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários