Em 2022 o Teatro Municipal do Porto vai desbravar a obra de Phia Ménard e homenagear Raimund Hoghe

A programação para o primeiro semestre de 2022, que abarca o 90.º aniversário do Rivoli, foi anunciada esta manhã e inclui, entre muitas outras, novas criações de companhias como a mala voadora ou a Palmilha Dentada.

Foto
Maison Mère, primeira parte da trilogia Contes immoraux de Phia Ménard, chega ao Porto em Fevereiro JEAN-LUC BEAUJAULT

O Teatro Municipal do Porto (TMP) anunciou esta manhã a sua programação para a segunda parte da temporada 2021-2022, que assinalará já em Janeiro os 90 anos do Rivoli, com um programa que envolve nove projectos de artistas da cidade, e que no mês seguinte mergulhará no singular universo da artista multidisciplinar francesa Phia Ménard, fundadora da companhia Non Nova, com a estreia em Portugal de Maison Mère, primeira parte da trilogia Contes immoraux, e o regresso, após uma primeira passagem em 2019 pelo Festival de Almada, de Saison Sèche, espectáculo que aborda a violência contra as mulheres.

Sugerir correcção
Comentar