Montepio: Críticas e acusações cruzadas marcam campanha polémica

O legado de Tomás Correia continua a pairar sobre o futuro da dona do Montepio, com os candidatos a procurarem afastar-se da polémica gestão dos últimos anos.

Foto
Daniel Rocha

A campanha eleitoral para nomear os novos órgãos sociais do grupo Montepio, que acaba de terminar, foi marcada por forte debate interno sobre os programas apresentados pelas quatro listas, mas também pela troca acesa de acusações entre candidatos à presidência do conselho de administração da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG). E que já resultaram mesmo numa providência cautelar, interposta no primeiro dia das eleições, pela Lista B contra a Comissão Eleitoral com o objectivo de as listas concorrentes terem acesso à base de dados dos associados para efeitos de comunicação eleitoral.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários