Livre recorre à justiça por causa da exclusão dos debates televisivos

Rui Tavares afirma que se arrisca a ficar “numa situação desconfortável” ao colocar “em tribunal os canais de televisão dos quais dependemos para fazer passar a nossa mensagem”. Diz que é uma questão legal e pede que os outros partidos, “a começar pelo que está no Governo”, se pronunciem sobre a exclusão.

Foto
O historiador é o cabeça de lista do Livre pelo círculo de Lisboa Miguel Manso

Rui Tavares volta a ser cabeça de lista em Lisboa depois de em 2019 o Livre ter conseguido eleger Joacine Katar Moreira, a quem o partido depois retirou a confiança política. Em entrevista ao Interesse Público, a que pode assistir no site do PÚBLICO, Rui Tavares anuncia que vai propor ao eleitorado que o Estado ajude os cidadãos com menos meios a comprar casa – através do empréstimo de uma entrada para conseguir crédito bancário – e uma medida que Mario Draghi implementou em Itália, para que Portugal deixe de ser um dos países onde mais frio se sofre no Inverno. É o “super-bónus”, onde o Estado paga a 110 por cento a quem fizer obras de aquecimento, refrigeração e isolamento.

Sugerir correcção
Ler 45 comentários