Vacinação de crianças: parecer de pediatras e especialistas em saúde infantil é sigiloso

Luís Graça, da comissão técnica de vacinação, diz que, além dos pediatras, foram ouvidos especialistas em ética e houve reuniões com elementos do CDC norte-americano, que “relataram a experiência” dos EUA, onde a vacinação das crianças dos cinco aos 11 anos arrancou no início de Novembro.

Foto
DGS recomendou ontem oficialmente a vacina para crianças entre os 5 e os 11 anos Paulo Pimenta

O parecer técnico sobre a vacinação das crianças dos 5 aos 11 anos elaborado pelo grupo de especialistas em pediatria e em saúde infantil que a Direcção-Geral da Saúde (DGS) criou para a apoiar na tomada de decisão sobre esta matéria sensível e polémica é sigiloso. Desconhece-se o que concluíram os especialistas que integram este grupo de trabalho - que já se tinha pronunciado sobre a vacinação dos adolescentes no Verão. “O parecer é confidencial e não pode ser divulgado, mesmo após a decisão final da DGS”, diz uma fonte deste grupo de trabalho. O PÚBLICO pediu o documento à DGS, que não respondeu.

Sugerir correcção
Ler 50 comentários