Governo de Bolsonaro impediu divulgação de dados da desflorestação antes da COP26

Relatório apresentado na quinta-feira mostra avanço de 22%, o índice mais elevado de desmatamento da Amazónia desde 2006.

Foto
Indígenas da tribo Mura mostram uma zona desflorestada na Amazónia Ueslei Marcelino/Reuters

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) do Brasil concluiu a recolha de dados de desflorestação da Amazónia a 27 de Outubro e inseriu o relatório no sistema electrónico de informações do governo federal no mesmo dia, segundo fontes do instituto ouvidas pela Folha.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários