Muitos museus e muito pouco tempo para executar os 150 milhões do PRR

O Governo vai aplicar na requalificação do património 150 milhões de euros do pacote financeiro vindo de Bruxelas para alavancar a recuperação do país em cenário de pandemia. Os directores de museus e monumentos sabem bem o que querem fazer com o dinheiro que lhes vai caber.

Foto
A célebre janela manuelina do Convento de Cristo, em Tomar Rui Gaudêncio

Na passada semana, a ministra e a secretária de Estado da Cultura anunciaram várias intervenções em monumentos, museus e teatros ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que prevê um investimento de 150 milhões de euros em património até 2025.