À conversa com Jane Goodall sobre alterações climáticas – e sobre a sua esperança para o futuro

Numa entrevista recente ao jornal The Washington Post, Jane Goodall falou sobre as alterações climáticas, o estado do planeta e por que razão ela ainda não perdeu a esperança nos humanos.

Foto
Jane Goodall descobriu que os chimpanzés fabricam ferramentas, resolvem problemas e sentem muitas das mesmas emoções que nós ENRIC FONTCUBERTA/EPA

Há meio século, Jane Goodall costumava passar longos períodos sentada num sítio na floresta de Gombe, no que é hoje a Tanzânia, à espera de chimpanzés selvagens. O grande objectivo era conseguir aproximar-se deles e observar o seu comportamento. A sua paciência sobre-humana acabou por dar frutos: a jovem investigadora descobriu que os chimpanzés são mais parecidos connosco do que imaginávamos – dando muitos afectos aos mais novos, formando hierarquias sociais, fazendo ferramentas e até entrando em conflito com grupos rivais.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários