Tribunal de Contas preocupado com fraca capacidade de Portugal em absorver fundos comunitários

Auditoria do Tribunal de Contas ao PT2020 revela que com sete anos de execução, Portugal ainda só conseguiu executar 60% das verbas. E se estes resultados comparam bem com os restantes países europeus, comparam mal com as taxas de execução conseguidas em ciclos anteriores

Foto
LUSA/MÁRIO CRUZ

A auditoria do Tribunal de Contas à execução dos fundos do Portugal 2020 encontrou “boas taxas de compromisso”, mas também “execução lenta, baixo nível de absorção dos fundos, incumprimento de objectivos intermédios em muitos dos programas e fraca orientação para resultados”.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários