Uma festa em Amarante aberta a todos os géneros da animação

Abi Feijó é o director artístico da 20.ª edição da Festa Mundial da Animação, que decorre entre esta segunda-feira e domingo. Mostrar as várias vertentes da animação, das curtas às longas e às séries, é o propósito do programa.

Foto
Joanna Quinn M. Rojas

A realizadora inglesa Joanna Quinn, “a rainha das curtas-metragens de animação”, classifica-a Abi Feijó; o brasileiro Carlos Saldanha, um realizador e produtor há muitos anos radicado nos Estados Unidos, e que conheceu o sucesso com longas-metragens como A Idade do Gelo (Chris Wedge, 2002), Rio (2011) e Rio 2 (2014) ou Touro Ferdinando (2017), estes com a sua própria assinatura; e Phil Davis, o também bem-sucedido produtor de séries televisivas como Peppa Pig, são os três estrangeiros convidados a participar na 20.ª edição da Festa Mundial da Animação, que começa esta segunda-feira e, até ao dia 31, vai assentar arraiais em Amarante e em terras próximas, como Vila Meã.

Sugerir correcção
Comentar