Depois da pandemia, o saldo comercial negativo pode ter vindo para ficar

FMI prevê que o saldo da balança de transacções correntes, que inclui a balança comercial, permaneça em valores negativos pelo menos até 2026. O problema está em sab se o turismo será capaz de voltar aos níveis pré-pandemia

Foto
Rui Gaudencio

Depois de sete anos consecutivos de excedente da balança de transacções correntes, a pandemia fez Portugal regressar aos défices neste indicador, sendo cada vez mais forte a expectativa de que este desequilíbrio se venha a revelar difícil de contrariar nos próximos anos. Para já, para as contas de Portugal com o exterior, a compensação vem da melhoria da balança de capital trazida pela chegada de mais fundos europeus. 

Sugerir correcção
Comentar