No Brasil da fome, até os ossos se tornaram valiosos no talho

Há perto de 20 milhões de pessoas com insegurança alimentar grave no Brasil, mas o problema não começou apenas com a pandemia. A combinação entre crise económica e instabilidade política fez regressar um drama que se pensava ter ficado para trás.

Foto
Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images

A fome é um nevoeiro que vai cercando a família. O dinheiro começa a escassear, as primeiras contas ficam por pagar para se poder ter comida na mesa todos os dias. Fazem-se alguns ajustes que começam por ser incómodos para se tornarem insustentáveis. Algumas das refeições começam a ser ignoradas, noutras a carne começa a ser substituída. Do bife passa-se aos miúdos de frango e daí para os ossos cozidos e a memória da carne que os rodeava. É este o ciclo da fome que se abate hoje sobre milhões de brasileiros e que muitos julgavam ser um capítulo dramático já vencido.