Na corrida à vacinação, o Leste da Europa ficou para trás

Apesar de uma evolução positiva da campanha de vacinação na Europa, a adesão não é igual pelo continente. Roménia, Bulgária, Letónia, Lituânia, Rússia e Estónia têm assistido ao agravamento da situação sanitária.

Foto
Centro de vacinação em Sófia, Bulgária STOYAN NENOV/Reuters

Na União Europeia, 63,2% da população já está totalmente inoculada, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC). Mas a administração das vacinas não ocorre de forma igual no continente: no Leste da Europa as taxas de vacinação são mais baixas, ao mesmo tempo que os casos e as mortes causadas pela covid-19 têm vindo a subir. Os especialistas e observadores apontam o dedo ao relaxamento das medidas durante o Verão, à desinformação e à desconfiança das populações – que têm comum o passado soviético.