Ministério Público insiste em julgar ex-motorista de Sócrates e filha de Vara

Dos 28 arguidos acusados, os procuradores abdicam de levar a julgamento apenas um, uma empresa que foi, entretanto, extinta.

Foto
EPA/MARIO CRUZ / POOL

Apesar de algumas serem claramente personagens secundárias de um complexo enredo, o Ministério Público insiste em levar a julgamento 27 dos 28 arguidos acusados na Operação Marquês, incluindo o antigo motorista do ex-primeiro-ministro José Sócrates, João Perna, a filha do ex-ministro socialista Armando Vara, Bárbara Vara, ou Inês do Rosário, companheira do alegado testa-de-ferro de Sócrates, Carlos Santos Silva.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários