Starmer rejeita o “corbynismo” e promete um plano de governo “sério” para o Reino Unido

Líder da oposição britânica fechou congresso trabalhista com críticas à direcção anterior e ao “trivial” Boris Johnson, e garantiu que o partido “pode vencer as próximas eleições”.

partido-trabalhista,boris-johnson,jeremy-corbyn,mundo,reino-unido,europa,
Fotogaleria
Keir Starmer substituiu Jeremy Corbyn na liderança do Labour em Abril de 2020 HENRY NICHOLLS/Reuters
partido-trabalhista,boris-johnson,jeremy-corbyn,mundo,reino-unido,europa,
Fotogaleria
Militante trabalhista a interromper o discurso de Starmer com críticas ao líder FACUNDO ARRIZABALAGA/EPA
partido-trabalhista,boris-johnson,jeremy-corbyn,mundo,reino-unido,europa,
Fotogaleria
Ala esquerda do partido sente-se traída por Starmer FACUNDO ARRIZABALAGA/EPA
partido-trabalhista,boris-johnson,jeremy-corbyn,mundo,reino-unido,europa,
Fotogaleria
Líder do Partido Trabalhista falou durante 89 minutos HANNAH MCKAY/Reuters

Ao fim de cinco dias de um agitado congresso trabalhista, em Brighton, no Sul de Inglaterra, Keir Starmer parece ter percebido que pôr o maior partido da oposição britânica a falar a uma só voz ainda é uma missão demasiado ambiciosa face às divergências, palpáveis durante todo o evento, entre a sua direcção e a ala esquerda do Labour.