Ficção científica ou realidade? Uma cápsula que nos leva ao trabalho enquanto fazemos exercício

Citroën, grupo Accor e JC Decaux uniram-se num projecto que quer lançar o debate sobre o que será, no futuro, a mobilidade nas cidades hoje tomadas por carros. Eles acreditam que pode passar por tecnologia autónoma, partilhada, para perdermos menos tempo em viagens e aproveitar o tempo que nelas passamos. Demasiado futurista? “Aqui não há nada que não possamos controlar.”

Foto

Parece uma obra de ficção científica. Imaginemo-nos a sair de casa e a chamar através de uma aplicação uma espécie de veículo – vamos chamar-lhe assim – para ir para o trabalho. Chegaria até nós, sem condutor, e com uma cápsula que escolheríamos mediante as nossas necessidades: poderíamos querer ir confortavelmente num sofá a ler, ouvir música ou a adiantar trabalho no computador; ir mais atentos à paisagem num espaço ao ar livre; ou então numa cápsula-ginásio, onde, sem desculpas, teríamos tempo para fazer algum exercício físico durante a deslocação. Chegados ao destino, sairíamos e esse veículo lá seguiria para outras paragens, em direcção a quem o chamasse.