Os portugueses vivem mais tempo na região Norte: até aos 81,46 anos

Na última década, a esperança de vida dos portugueses à nascença aumentou para os 81,06 anos. As mulheres continuam a poder contar com vidas mais longas do que os homens, mas o intervalo continua a estreitar-se. A região do Cávado regista a esperança de vida mais longa (82,10 anos) mas é no Centro que as mulheres podem contar durar em média até aos 84 anos de idade.

Foto
A esperança de vida à nascença aumentou para os 81,06 anos, mas as estimativas do INE ainda não reflectem a mortalidade causada pela covid-19 Paulo Pimenta

A esperança de vida à nascença em Portugal está estimada em 81,06 anos. As estimativas que o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou esta sexta-feira confirmam que as mulheres continuam a ter à nascença uma expectativa de vida mais longa (83,67 anos) do que os homens (78,07 anos). Os portugueses que vivem na região Norte do país, porém, têm uma esperança de vida ligeiramente maior: 81,46 anos para o total da população e também para os homens (78,55 anos).