Há quase 100 mil porcos a acumularem-se nas quintas britânicas

Uma quebra no abastecimento de dióxido de carbono está a fazer com que as quintas de abate no Reino Unido estejam a abarrotar. Sem CO2 para abater os suínos, bastam “cerca de quatro ou cinco dias para as prateleiras estarem sem frango e carne de porco”, diz Nick Allen, presidente executivo da British Meat Processors Association.

Foto
Bloomberg por Chris Ratcliffe

A redução de trabalhadores nos matadouros do Reino Unido deixou as quintas de suínos a abarrotar com mais de 95 mil porcos acima do normal. Uma iminente crise de dióxido de carbono pode tornar o problema ainda mais grave.