EUA, Austrália e Reino Unido anunciam parceria de segurança para a região do Indo-Pacífico

Acordo vai permitir à Austrália produzir submarinos nucleares com tecnologia dos aliados e está a ser visto como uma resposta às ambições da China na região. França perde lucrativo acordo com os australianos e denuncia “facada nas costas”.

Foto
Scott Morrison, primeiro-ministro australiano (ao centro), oficializa a AUKUS com os chefes de Governo dos EUA e Reino Unido MICK TSIKAS/EPA

AUKUS. É este o nome da mais recente e “histórica” parceria de segurança entre Austrália, Estados Unidos e Reino Unido para a região do Indo-Pacífico, oficializada na quarta-feira à noite, à revelia de adversários regionais (e até de alguns aliados importantes), e que estabelece uma série de objectivos de cooperação tecnológica e militar que vão permitir, por exemplo, que a Marinha australiana possa produzir, pela primeira vez, submarinos movidos a energia nuclear.