Furacão “Nicholas” atinge Texas e ameaça Luisiana

Tempestade tropical converteu-se num furacão e avança ao longo da costa texana. Estado do Luisiana ainda recupera da passagem do furacão “Ida”.

Foto
Passagem do furacão "Ida" por Nova Orleães ainda se faz sentir na cidade Reuters/Leah Millis

O estado norte-americano do Texas foi atingido nesta terça-feira por chuvas e vento fortes, na sequência da transformação da tempestade tropical “Nicholas” em furacão. A precipitação elevada também chegou ao Luisiana, pelo que se temem riscos para as populações, inundações, cortes de energia e elevados danos materiais em ambos os estados.

Segundo o National Hurricane Center, o furacão “Nicholas” estava a cerca de 30 quilómetros a Nordeste de Matagorda, no Texas, por volta da 1 hora da manhã local (7h em Portugal continental), e com ventos calculados em 120 quilómetros por hora. 

“Trata-se de uma tempestade que se vai mover de forma muito lenta pelo estado do Texas, que irá permanecer durante vários dias, e que despejará uma quantidade tremenda de chuva”, informou o governador do Texas, Greg Abbott, que declarou emergência em 17 condados e três cidades do estado na segunda-feira.

Joe Biden, Presidente dos Estados Unidos, declarou emergência no Luisiana e mobilizou o Governo federal para ajudar as autoridades estaduais na resposta às condições climatéricas adversas.

O estado foi recentemente atingido pelo furacão “Ida” e o grande receio das autoridades é que os trabalhos de restauração do sistema eléctrico e outras intervenções em infra-estruturas públicas e privadas venham a ser infrutíferos, face ao regresso da chuva e do vento forte. 

De acordo com o site PowerOutage.us, citado pela Reuters, mais de 230 mil pessoas no Texas e mais de 90 mil no Luisiana já começaram a sentir problemas no abastecimento de energia das suas casas nas primeiras horas desta terça-feira.