Isabél Zuaa: “Fomos à vizinha: ‘Estás a ver o que está a acontecer nos Estados Unidos?’”

A 11 de Setembro, a actriz chegava a casa para lanchar. Vinha da piscina com os irmãos e amigos. E subitamente estava a ver as imagens na televisão. Havia quem achasse que era um filme. Ela não. Este é um dos depoimentos recolhidos pelo PÚBLICO para assinalar a data.

Foto
Rui Gaudêncio

Tinha estado nas piscinas, perto de Loures, com os meus irmãos e a minha prima. Os meus primos tinham ido passar uns dias connosco, ainda estávamos de férias. Chegámos a casa para lanchar. Estava tudo uma confusão, uma brincadeira, alguns tomavam banho de mangueira no quintal, outros já queriam lanchar, famintos. Estávamos na coisa de ir ligando a televisão. De repente, nessa brincadeira de entra-e-sai da casa, a televisão é interrompida. Já havia notícias. Uns diziam: “Não, é um filme, é um filme”, outros, mais velhos, “isto não é um filme, está a acontecer de verdade, estão pessoas a morrer de verdade”.