Netas de Al Capone estão a vender pertences do gangster, incluíndo a sua arma favorita

As três netas do criminoso norte-americano têm receio que os incêndios na Flórida possam destruir os pertences do avô.

Foto
Imagem de Al Capone tirada pelo departamento da polícia de Miami Getty Images

Quase um século depois do reinado de terror do chefe da máfia Al Capone, tudo o que resta dele são alguns bens que a sua família preservou, desde que morreu na sua casa na Flórida, em 1947. Agora, muitos desses pertences do gangster do época da Lei Seca podem ser comprados em leilão, no próximo dia 8 de Outubro, na cidade de Sacramento.

Sugerir correcção
Comentar