Afegãos desafiam taliban no dia da independência

Relatório de um grupo de análise norueguês diz que o movimento fundamentalista já está a perseguir “todas as pessoas que trabalharam com o regime anterior” e que pretende puni-las.

Foto
Afegãos com a bandeira nacional desfilam em Cabul no dia da independência Reuters

Os protestos que começaram tímidos chegaram esta quinta-feira às ruas da capital e de outras grandes cidades. No dia em que celebravam a independência do Afeganistão do controlo britânico, em 1919, alguns milhares de afegãos ganharam coragem para percorrer as ruas de Cabul, Jalalabad, Paktia, Khost ou Asadabad aos gritos de “a nossa bandeira, a nossa identidade”, agitando bandeiras afegãs – as mesmas que os taliban retiraram dos edifícios oficiais e substituíram pela bandeira branca do movimento à medida que controlavam cada vez mais território.