Bloco quer acabar com publicidade às “raspadinhas” e limitar a das apostas

Um estudo da revista científica The Lancet Psychiatry revela que Portugal “é o país da Europa onde se gasta mais dinheiro por pessoa neste tipo de lotarias”. É uma média de 4,7 milhões de euros por dia – ou seja, 44 cêntimos por pessoa.

Foto
Miguel Manso

Tendo em conta a tendência de aumento do vício do jogo e em especial das “raspadinhas”, de acesso tão fácil a todas as idades, o Bloco de Esquerda quer proibir a publicidade a essas lotarias instantâneas e limitar a emissão de publicidade a jogos e apostas nas televisões e rádios apenas ao período nocturno das 22h30 às 7h.