O dia em que Budapeste desafiou Viktor Orbán

A controversa lei anti-LGBT húngara teve no passado fim-de-semana resposta nas ruas, com 30 mil pessoas de pessoas a desfilarem na maior marcha do orgulho gay a que a capital alguma vez assistiu. Viktor Orbán, no entanto, insiste no alvo – e em desafiar a Europa. História da Cortina de Ferro que se está a levantar na Hungria.

budapeste,lgbt,mundo,viktor-orban,hungria,
Fotogaleria
budapeste,lgbt,mundo,viktor-orban,hungria,
Fotogaleria
budapeste,lgbt,mundo,viktor-orban,hungria,
Fotogaleria
budapeste,lgbt,mundo,viktor-orban,hungria,
Fotogaleria

Há seis anos que Eszter Bagyina, 31, frequenta o Charme, uma das poucas escolas de danças de salão para casais do mesmo sexo que existem no Leste da Europa. Hoje está a aperfeiçoar o cha-cha-cha. “Sempre dancei com quem me deu na gana e, se me impedirem de fazer isso, não vou ficar muito tempo por aqui.”