Morgado do Quintão: “Algarve é Negra Mole, são os tintos claros, os palhetes, os claretes”

Apresentar vinhos algarvios com orgulho da região de onde vêm é o que fazem o produtor Filipe Vasconcellos e a enóloga Joana Maçanita no Morgado do Quintão. Se durante muito tempo o Algarve quase esqueceu o seu vinho, agora está de regresso para mostrar que tem uma identidade própria.

Foto

Joana Maçanita inclina-se para a videira, pega num dos cachos e mostra-nos. Há uvas mais escuras, outras mais claras, e diversas tonalidades entre elas. A Negra Mole é uma casta tinta que parece não se ter decidido inteiramente sobre a sua identidade. Dá tintos claros e isso pode ajudar a explicar por que é que foi caindo no esquecimento mesmo aqui no Algarve, onde em tempos reinou.