Depois de ser dispensado de ir ao tribunal, Ricardo Salgado passa férias na Sardenha

Ricardo Salgado beneficiou da lei que permite aos arguidos com mais de 70 anos não marcarem presença em tribunal, devido aos riscos associados à pandemia.

Foto
LUSA/PAULO CUNHA

Ricardo Salgado está a passar férias na Sardenha, ilha italiana, com a família depois de ter sido dispensado de ir ao tribunal, avançou o Jornal de Notícias. O julgamento do arguido da Operação Marquês iniciou-se há três semanas, mas o antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES) beneficiou da lei que permite a pessoas com mais de 70 anos não terem que marcar presença no tribunal, devido aos riscos associados à pandemia de covid-19. 

O ex-banqueiro, de 77 anos, está em Porto Cervo e terá ido com a esposa e um outro casal visitar a filha e a neta. O advogado de Ricardo Salgado, Francisco Proença de Carvalho, explicou, citado no mesmo jornal, que, “conforme informação que deu ao tribunal e em todos os processos”, Salgado “deslocou-se à Suíça para realizar exames médicos relativos a uma situação de saúde relevante e passar uns dias com a sua família próxima que não vê há cerca de um ano (filha e netos menores) na Suíça (onde vivem) e na Sardenha”. O advogado sublinhou ainda que a ausência do arguido das audiências do julgamento “tem enquadramento legal, como aliás foi confirmado pelo Tribunal”.

Antes de viajar, Ricardo Salgado deu conhecimento da estadia no estrangeiro ao tribunal de Lisboa, onde está a ser julgado por três crimes de abuso de confiança, por, alegadamente, ter desviado 10,7 milhões de euros do Grupo Espírito Santo, em 2011.

Ricardo Salgado terá sido visto por um grupo de portugueses a passear sem máscara, algo que Rui Pinto já criticou no Twitter. O antigo ‘Dono Disto Tudo’, Ricardo Salgado, invocou as particulares circunstâncias causadas pela pandemia para não estar presente nas sessões de julgamento. Entretanto, passeia-se sem máscara pela Sardenha e goza, não só de umas férias, mas de todos nós”, escreveu.