Portugal com oito mortes e 2625 novos casos de covid-19. Internamentos voltam a subir

Há ainda 879 pessoas internadas em Portugal, mais 44 do que na véspera, das quais 193 estão nos cuidados intensivos, mais 12. Desde 8 de Fevereiro que o número de novas admissões nos cuidados intensivos não era tão elevado.

Portugal registou no sábado oito mortes devido à covid-19 e 2625 novas infecções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado neste domingo. Os internamentos, em trajectória decrescente desde quarta-feira, voltaram novamente a subir. As regiões do Norte e Lisboa e Vale do Tejo acumulam entre si 2061 novos casos, representando 78,5% das infecções reportadas este domingo. 

No total, há ainda 879 doentes hospitalizados em Portugal, mais 44 do que no balanço anterior — trata-se do maior número de pessoas internadas desde o boletim de 16 de Março, quando foram reportados 955 internamentos. Destes, 193 estão em unidades de cuidados intensivos (UCI), mais 12 — desde o boletim de 17 de Março que não havia tantas pessoas em UCI, quando foram 205, e desde 8 de Fevereiro que a variação diária não era tão elevada, quando houve também 12 admissões.

Dos oito óbitos registados, quatro foram em Lisboa e Vale do Tejo, dois foram na região Norte, um na Madeira, e outro nos Açores. Entre as vítimas, cinco eram mulheres: uma com idade compreendida entre os 50 e os 59 anos, duas entre os 60 e 69 e duas com 80 ou mais anos. A covid-19 matou ainda, nas últimas 24 horas, três homens com mais de 80 anos.

Há, também, mais 1202 pessoas recuperadas neste domingo, num total de 881.570. Desde o início da pandemia, em Março de 2020, o país soma 953.059 casos confirmados e 17.292 vítimas mortais. Há 54.197 casos activos de infecção, mais 1415 do que no dia anterior, e 80.147 contactos em vigilância pelas autoridades, menos 2777 do que no último balanço.

Norte e Lisboa somam 78,5% dos casos

A região de Lisboa e Vale do Tejo permanece aquela com a fatia maior de novas infecções, ao registar mais 1042 casos. Mas, ligeiramente atrás surge o Norte com 1019 novas infecções. Estas duas regiões totalizam 2061 novas infecções — o que representa 78,5% dos casos registados em Portugal neste domingo. 

Seguem-se o Algarve com 228, o Centro com 161, e o Alentejo com 118. A Região Autónoma dos Açores soma mais 40 casos e na Madeira foram registadas 17 infecções.

Segundo o relatório da DGS, já morreram de covid-19 9072 homens e 8220 mulheres, tendo 11.319 idades acima dos 80 anos, o que corresponde a cerca de 65,5% do total.

Os valores da matriz de risco que guia o desconfinamento são iguais aos do dia anterior, uma vez que só são actualizados nos boletins de segunda, quarta e sexta-feira. Segundo os últimos dados, o índice de transmissibilidade da doença – designado por R(t) –, situa-se nos 1,07 tanto a nível nacional como em Portugal continental. Em relação à incidência, há agora 418,3 casos de infecção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias em Portugal, valor que sobe para os 430,8 no território continental.

O número de concelhos acima do limite de incidência de 120 casos por 100 mil habitantes voltou a aumentar desde a semana passada. Entre a passada e esta sexta-feira, altura em que a Direcção-Geral da Saúde fez a última actualização deste indicador, o número de municípios acima do limite estabelecido pelo Governo passou de 175 para 213, um aumento de 22%. Quer isto dizer que quase 70% dos 308 concelhos do país (69,1%) se encontram agora acima do nível de risco.