Os modestos actos na rodagem de Benedetta

No dia seguinte à estreia mundial no Festival de Cannes, o realizador e as actrizes de Benedetta revelam o “modus vivendi” na rodagem.

Foto
Daphne Patakia, Paul Verhoeven e Virginie Efira em Cannes Sebastien Nogie/EPA

A sabedoria de Paul Verhoeven num plateau de cinema vem correndo mundo. Depois de o cineasta ter “isabellehupertado”, isto é, ter dado todas as possibilidades à sua actriz de Elle (2016), Isabelle Huppert, para a ele se abandonar e ser esse o princípio da “mise en scène” do filme, a sua lenta vertigem mesmo, coube agora a Virginie Efira divulgar o “modus vivendi” de Benedetta.