O país aguenta mais austeridade: i.e., um regresso às regras orçamentais europeias?

A retoma económica no resto do mundo alimentada por uma política orçamental mais expansionista que a portuguesa, permitem antecipar uma evolução das contas públicas em 2021 melhor do que a antecipada pelo Governo e muito melhor do que no período homólogo de 2020.

Pedro Pratas, no blog Ladrões de Bicicletas, chama a atenção para uma carta ao editor assinada por 142 economistas e publicada no Financial Times a 15 de Junho de 2021, a criticar o artigo de opinião de Wolfgang Schäuble, publicado no mesmo jornal a 4 de Junho de 2021, onde o ex-ministro das Finanças alemão defendia um regresso à estratégia de austeridade para evitar o crescimento insustentável das dívidas públicas que, segundo Schäuble, resultaria numa dinâmica imparável de crescimento da taxa de inflação, artigo esse já analisado nesta coluna.