Primeiro, prova-se

Não há nada – nunca haverá nada – como avaliar antes de comprar e pagar só depois de ter na mão.

Quando a Internet tiver tomado conta de tudo, os nossos bisnetos hão-de querer saber se era verdade que se podia comprar fruta só depois de vê-la, tomá-la na mão e cheirá-la.