Fugas

O Algarve Interior em 30 fotografias para "reavivar memórias"

A exposição Documentar Algarve Interior — nove histórias, trinta fotos, projecto de Eduardo Pinto e Laura Carlos, pode ser vista em Loulé até meados de Julho.

Albertina na serra
Fotogaleria
Albertina na serra

Depois de "tanta foto, tanta foto" e de dezenas de pequenos filmes, Eduardo Pinto e Laura Carlos escolheram nove histórias e trinta fotografias que dão corpo a mais uma etapa do projecto Documentar Algarve Interior — em exposição no Palácio Gama Lobo, em Loulé —, uma perspectiva "antropológica e documental" que nos transporta para as artes e os ofícios — "hoje quase em extinção" — da região algarvia e para os seus protagonistas. "Influenciou-me muito a minha avó, modelo de eleição, cheia de histórias", conta à Fugas o fotógrafo Eduardo Pinto, sempre com "uma grande vontade de fotografar pessoas" — como Júlio Negrão, "o primeiro cabeleireiro de senhoras do Algarve". A corda de pita, a cantaria tradicional e a pastorícia. Estas são algumas das actividades tradicionais apresentadas na exposição que pretende "reavivar memórias". Levado a cabo entre 2010 e 2015, o projecto teve como objectivos contribuir para a valorização do património cultural local e promover a dinâmica em torno das actividades criativas ligadas à produção audiovisual no Algarve. Por isso, os conteúdos vídeo foram realizados em colaboração com videógrafos sediados na região e incidiram sobre os concelhos de Albufeira, Alcoutim, Castro Marim, Faro, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Vila Real de Santo António. Resultado do projecto com o mesmo nome, esta iniciativa leva-nos a relembrar algumas das tradições populares e práticas expressivas que ainda se mantêm vivas e fazem parte da memória e identidade colectiva do interior algarvio. "Falta gente a ver a exposição", lamenta Eduardo Pinto. "Falta essa peça". A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h e das 14h às 18h, e ao sábado, das 9h às 13h. A entrada é gratuita.

Júlio Negrão, cabeleireiro
Júlio Negrão, cabeleireiro