Uma pausa merecida: drone capta elefantes selvagens a descansar na floresta

Descansaram durante um dia, mas uma manada de 15 elefantes selvagens nativos da China está novamente em movimento, depois de a chuva intensa ter atrasado a viagem. As autoridades chinesas captaram com um drone o grupo a dormir numa clareira de uma floresta nos arredores da cidade de Kunming, no sudoeste da China, antes de retomarem a travessia, na terça-feira, 8 de Junho.

O grupo de paquidermes, que inclui três crias, já percorreu 500 quilómetros. Passaram por campos, aldeias e cidades com milhões de habitantes desde que deixaram a zona protegida em Xishuangbanna, na fronteira com o Laos e a Birmânia, em Abril de 2020. O motivo da travessia não é claro e, pelo caminho, os elefantes já destruíram campos de cultivo nas redondezas de aldeias. Na segunda-feira, uma equipa com centenas de profissionais tentou usar camiões para os desviar de áreas ocupadas por humanos e prevenir mais estragos materiais. Os esforços anteriores para os obrigar a regressar falharam, mas, ao final de 15 meses, a manada parece estar a voltar a casa, para a Reserva Natural Mengyangzi, em Xishuangbanna.

Com as plantações de bananas, chá, borracha e matérias-primas usadas na medicina chinesa a ocuparem o espaço onde antes crescia as florestas tropicais de Xishuangbanna, o habitat protegido da última comunidade de elefantes nativos da China tem vindo a diminuir gradualmente. Em sentido contrário, os esforços de conservação na província de Yunnan resultaram num crescimento do número de elefantes asiátios, o que colocou uma maior pressão nos recursos disponíveis. 

Sugerir correcção