Juiz queria julgar Ricardo Salgado em quatro dias

Início do julgamento está previsto para esta segunda-feira, mas a defesa do ex-banqueiro ainda não entregou a contestação. Prazo terminava sexta-feira, mas mediante o pagamento de uma multa pode ser prorrogado até dia 9 de Junho.

Foto
LUSA/PAULO CUNHA

O juiz Francisco Henriques, que preside ao colectivo que vai julgar Ricardo Salgado, ex-presidente do Grupo Espírito Santo (GES), por três crimes de abuso de confiança no caso Operação Marquês, designou inicialmente apenas quatro dias para o julgamento, tendo marcado logo a inquirição de testemunhas do Ministério Público (MP), e até uma data para o inicio e o fim das alegações finais.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários